02 dez 2016

Fim-de-semana na Viña La Playa!

beta-pinheiro-bicicleta-chile-vina-la-playa

Oi Gente, tudo bem?

Estou passando duas semanas na minha casa aqui no Rio de Janeiro, mas o post de hoje é sobre um fim-de-semana que passei na Viña La Playa lá no Chile.

Queríamos curtir um fim-de-semana bem tranquilo com natureza e piscina, por isso escolhemos esse hotel. Ele é bem na natureza mesmo, além de toda a plantação de uvas, a piscina é uma delícia e tem um rio que passa do lado.

No sábado o clima não estava bom pra pegar sol, então saímos pra almoçar e conhecer algumas vinícolas vizinhas. Já no domingo estava calor então pude passar a manhã toda e um pedaço da tarde na piscina, também demos umas voltas de bicicleta entre as plantações, foi uma delícia! Depois fomos almoçar na Viu Manent, que é ali pertinho e já conhecíamos.

Mesmo em dias quentes, na primavera e no verão, é sempre bom levar um casaquinho e uma calça pra essa região. Pra ser bem sincera, não só pra essa região mas em todo o Chile! Pode estar o calor que for durante o dia, mas vai escurecendo e vai ficando bem friozinho. No caso desse final de semana estava um certo frio não só à noite, mas também durante o dia no sábado.

dsc_7618

dsc_7608

dsc_7634

beta-pinheiro-vina-la-playa-look-chile

dsc_7621

dsc_7623

dsc_7598
dsc_7615

dsc_7798

beta-pinheiro-vina-la-playa-hotel-chile-quarto
dsc_7767

dsc_7796

dsc_7719

beta-pinheiro-vina-la-playa-hotel-chile-rede-vermelha
dsc_7809

dsc_7811

dsc_7814

dsc_7816

beta-pinheiro-biquini-mos-chile-ok

dsc_7854

beta-pinheiro-passeio-bicicleta-vina-la-playa-chile

dsc_7613
dsc_7918

dsc_7944

dsc_7955

A Viña La Playa fica em Santa Cruz, a 180Km de Santiago. Vale a pena se hospedar para curtir a natureza e bons vinhos! Muito gostoso!

Beijos beijos

26 nov 2016

SRW: Restaurante Giratorio

srw-restaurante-giratorio

Essa semana está acontecendo aqui na cidade a Santiago Restaurant Week, onde alguns restaurantes selecionados desenvolvem menus especiais a preço fixo para o almoço e para o jantar.

Ontem à noite, fomos aproveitar o menu do jantar do restaurante Giratorio. Esse restaurante é muito famoso aqui, super turístico, e o mais incrível é que ainda não tínhamos ido. Então, foi uma ótima oportunidade pra conhecer!

O diferencial do Giratorio é que ele fica no topo de um prédio e, como o próprio nome diz, ele literalmente vai girando. Sendo assim, durante o jantar, tivemos uma vista 360 graus de Santiago. Uma experiência muito legal! Adoramos!!!

No menu tinham duas opções de entrada, duas opções de prato principal e duas opções de sobremesa pra escolher. Estava tudo super delícia, principalmente o meu risoto de mariscos! Mas como imagens dizem mais do que mil palavras, fiquem com as fotos abaixo dos nossos pratos:

jantar-restaurante-giratorio-santiago-chile-1

jantar-restaurante-giratorio-santiago-chile-5

jantar-giratorio-santiago
jantar-restaurante-giratorio-santiago-chile-2

jantar-restaurante-giratorio-santiago-chile-3

jantar-restaurante-giratorio-santiago-chile-4

Fica a dica pra quem estiver por aqui!

A semana do SRW vai até amanhã, dia 27. Mas independente desse evento gastronômico, vale a pena marcar um jantar no Giratorio. É uma ótima experiência turística!

Beijos Beijos

Giratorio

Av. Nueva Providencia, 2250

Providencia – Santiago – Chile

25 nov 2016

Um dia em Lima!

peru-lima-beta-pinheiro-blog-7

Último post sobre nossa viagem ao Peru, hoje vou contar o que fizemos em Lima. Na verdade, passamos apenas algumas horas na cidade, porque chegamos de manhã e à tarde já voltamos pro aeroporto para partir em direção à Santiago. Então, tivemos que escolher algum lugar pra ir nessas horas. Fizemos diferente do que os turistas costumam fazer: não fomos na praça principal, a Plaza das Armas.

Em Lima tem a Plaza das Armas que é “igual” a que tem aqui em Santiago, ou seja, é o lugar mais turístico da cidade. Geralmente, os turistas que não tem muito tempo optam por ir nessa praça e conhecer a catedral e algum museu. Nós não queríamos ver esse lado, mas sim algo mais moderno. Foi aí que perguntamos no centro turístico, no próprio aeroporto de Lima, onde poderíamos ir. Nos indicaram os bairros vizinhos Barrancos e Miraflores.

Em Barrancos visitamos o museu do top fotógrafo de moda Mario Testino, o MATE. Eu já curtia muito o trabalho dele, mas depois de ir no museu passei a amar o cara, rs! As fotos dele são impressionantes, maravilhosas!!! Fica a dica pra quem for à Lima, viu? Valeu super a pena! Depois fomos para Miraflores, lá fomos conhecer o shopping Larcomar, que é ao aberto e em frente à praia, logo depois fomos almoçar no restaurante Rosa Nautica, que é bem no mar mesmo e uma delícia! É caro, mas a gente tava no clima de comer muito bem e em um lugar super especial!

Aliás, no Peru comemos sempre muito bem e todos os lugares foram especiais!

peru-lima-beta-pinheiro-blog-3 peru-lima-beta-pinheiro-blog-6
peru-lima-beta-pinheiro-blog-5

dsc_7553

dsc_7566

dsc_7565

dsc_7585

img_0938 img_0942

peru-lima-beta-pinheiro-blog-4

peru-lima-beta-pinheiro-blog-2

img_0959

img_0956

img_0961

img_0966

peru-lima-beta-pinheiro-blog-1
img_0971

img_0974

dsc_7589

img_0983

img_0929

Não poderia ir embora do país sem provar a tal da Inca Kola, né? Lá a galera ama esse refri, é a “coca-cola” deles. O gosto não tem nada a ver com coca-cola, está mais pra sabor de chiclete. Confesso que não fez meu tipo, rs!

Espero que tenham gostado de acompanhar minha viagem ao Peru! Eu amei tudoooo lá!!! Indico muito essa viagem! <3

Beijos beijos

Estou usando

blusa: H&M / calça: Zara / tênis: Adidas / bolsa: Prada / óculos: Fendi / manta: de Alpaca comprada em Cusco

22 nov 2016

Hotel Inkaterra La Casona em Cusco!

dsc_7437

Depois de Machu Picchu voltamos pra Cusco para passar nossa última noite no Peru. Dessa vez fomos conhecer outro hotel top por lá, da mesma rede do hotel que ficamos em Águas Calientes, o Inkaterra La Casona.

O La Casona é super exclusivo, são pouquíssimos quartos e todos luxuosos. As portas me chamaram a atenção por serem tão lindas! Mas o que mais gostei do nosso quarto foi o banheiro, que era gigante e com uma banheira MA-RA-VI-LHO-SA, onde finalizei o meu dia bem feliz e relaxada, rs!

O serviço também foi incrível! Deu vontade de ficar lá pra sempre sendo tão bem tratada, sabe? Hehehe 🙂

dsc_7450

dsc_7496

dsc_7493
dsc_7500

img_0897

dsc_7452

img_0903
dsc_7512

dsc_7449

No dia seguinte, madrugamos pra ir pro aeroporto em direção à Lima, mas não saímos do hotel sem antes tomar um belo café-da-manhã. Adivinhem o que comi? Sim, panquecas de quinoa com mel, rs! Claro! E outras cositas más!

Também não podia deixar de tomar meu chá de coca, nada mais peruano! Estava tudo uma delícia!

dsc_7521

dsc_7535

dsc_7537

dsc_7523

dsc_7528

Mais um hotel que amamos e mais um Inkaterra que indico! Podem confiar!

O próximo post será o último da nossa viagem ao Peru, vou mostrar o que fizemos em Lima.

Beijos beijos

17 nov 2016

Nossa ida à Machu Picchu!

beta-pinheiro-machu-picchu-peru

Oiii Gente, tudo bem?

Sobre Machu Picchu, agora vou contar como foi!

Eu e o Fabio compramos a entrada que dava pra ir em Huayna Picchu e Machu Picchu, mas antes da viagem eu fui pesquisar… e aí que comecei a ver uns vídeos terríveis de pessoas subindo Huayna Picchu, dizendo que era super perigoso e tudo mais. Os degraus pra subir eram realmente bem pequeno e não tinha nenhuma proteção, era dali para o precipício! Por isso, medrosa e sensata que sou, decidi não ir nessa montanha. Já o Fabio, aventureiro e destemido que é, quis ir mais ainda! Mereço, rs!!!

Então, bem cedinho, às 5:30h da manhã, o Fabio saiu pra pegar o ônibus em direção à Machu Picchu. Chegando lá ele subiu Huayna Picchu enquanto eu estava acordando, me arrumando e tomando o café-da-manhã no hotel. Marcamos de nos encontrar na saída da montanha às 10h, pra entrarmos juntos com o guia em Machu Picchu. Como já contei em outro post, acabei chegando lá no nosso ponto de encontro às 09:05h! Sou dessas que prefere chegar antes do que atrasada, rs! Daí fiquei lá conversando com o moço que trabalha na porta de saída das montanhas. Aproveitei pra carimbar meu passaporte com o símbolo “Machu Picchu”, só pra ficar de recordação. Aliás, façam isso, acho bem legal, rs!

Às 10h encontrei com o Fabio, contratamos um guia e entramos em Machu Picchu. Ficamos por lá até às 13h, porque tínhamos o trem de volta à Ollantaytambo às 14:30h. Mas foi o tempo suficiente, deu pra fazer um super tour com o guia explicando tudo, tirar fotos e sentir a energia do lugar!

Uma dica pra quem for até lá é contratar um guia! Gente, é essencial! Vi que muitas pessoas ficavam andando sozinhas e sinceramente não tem nenhum sentido, porque sem o guia não tem como saber de nada, é simplesmente andar. Vamos combinar que já que foi até lá, é bom que saia sabendo de alguma coisa! Minha opinião e minha dica!

Agora vejam algumas fotinhos que fizemos lá! 😉

img_0884

Nosso trem na estação de Águas Calientes (pueblo de Machu Picchu).

img_0838

Aí em frente (exatamente onde eu estava quando tirei essa foto) é onde ficam os ônibus que vão até Machu Picchu. Para chegar lá na montanha só pode ir com esses ônibus ou a pé.

dsc_7230
dsc_7242

Essas duas fotos acima foram feitas de de Huayna Picchu pelo Fabio.

img_0850

img_0854

Nosso guia mostrou essa imagem e eu fiquei CHO-CA-DA!!! Que surreal, né? Pirei! Amei!

dsc_7301 dsc_7303 dsc_7312
dsc_7331
img_0849

dsc_7343
img_0869

img_0859

img_0874

O que mais gostei de Machu Picchu, e do Peru em geral, foi conhecer a história dos Inkas. Que povo incrível! Saí desse país apaixonada por eles! Povo trabalhador, inteligente, avançado, tudo de bom! Fiquei mesmo encantada!

Espero que tenham gostado do post!

Beijos beijos