04 ago 2015

Vídeo: Deserto do Atacama (Dez 2014)

Oi Meus Amores, tudo bem?

Vocês sabem que no final do ano passado eu e o Fabio fomos conhecer o deserto do Atacama, certo? Pra quem não viu, fiz vários posts aqui no blog (vale a pena conferir).

Acontece que acabei esquecendo de editar os vídeos dessa viagem. E não só dessa, mas também da viagem de Reveillón que fizemos para a ilha San Andrés, na Colombia.

Ent√£o, mesmo tendo passado alguns meses, resolvi editar tudo e postar pra voc√™s! Antes tarde do que nunca, concordam? Rs ūüėČ

Espero que gostem!

Em breve posto o vlog de San Andrés!

Beijos beijos

17 dez 2014

Di√°rio do feriado: Atacama (Parte 2)

Oi, Gente!!!

Vamos voltar com os posts sobre minha viagem ao Atacama? Hoje vocês vão ver o que fiz nos outros dias por lá, só passeios legais e paisagens incríveis!

Pra quem não viu a parte 1 do Diário, clica aqui! Então, continuando no domingo, às 16h tínhamos um passeio de bike, 18 km, que chegaria à Laguna Cejar. Esse lugar é onde as pessoas ficam boiando na água por ela ter muito sal, assim como acontece no Mar Morto. Topei ir de bike mas, graças a Deus, um carro do hotel foi seguindo a gente, claro que não aguentei nem 1 km com aquele sol na minha cabeça e clima super seco. Pedi arrego e fui pro conforto do ar condicionado e comidinhas no carro, rs! O Fabio foi firme e forte com o nosso guia até o destino final. Guerreiros!

Chegando lá, coloquei o pé na água e, claro, estava gelada! Já pensei na hora que não iria entrar, mas quando o Fabio entrou e começou a boiar, não resisti, rs! Tive que entrar pra provar essa sensação! Foi demais, realmente a gente bóia muito!

DCIM100GOPRO

Quase na Laguna Cejar (eu no carro, o Fabio e o guia de bike)

DSC_9038

Eu boiando total, rs!

DSC_9107

DSC_9117

Vista do nosso hotel maravilhoso: vulc√£o Licancabur

Voltamos pro hotel umas 19h, nos arrumamos e fomos jantar. Às 21h tínhamos outro passeio: caminhada noturna no Valle de la Muerte. Sempre com guia!

Confesso que fiquei com medo l√° na escurid√£o naquele deserto, mas quando chegamos no Valle de la Muerte, nossa, tava muito lindo! A Lua estava gigante!

DSC_9127

No final, tivemos uma surpresa que eu amei: banda local tocando pra gente, fogueira e comidinhas! Perfeito!

DSC_9146

Fomos dormir mais ou menos 1h da manh√£ e mortos de cansados, mas super felizes!

No dia seguinte, acordamos apenas às 5h da manhã, rs! Tínhamos passeio marcado para às 5:30h, fomos conhecer o famoso Geyser El Tatio.

O Geyser √© um campo geot√©rmico, considerado o mais alto do mundo com 4.200 metros de altura. L√° pelas¬†6h/7h da manh√£, a express√£o m√°xima das aberturas de vapor e de √°gua com temperaturas atingindo 85 ¬į C ¬†acontece,¬†por isso temos que sair do hotel super cedo.

Como lá é mais frio (esse horário também faz mais frio), é bom ir bem agasalhada e não esquecer o protetor solar, além de ter uma garrafinha de água na mão, sempre!

Com suas famosas e espetaculares Geysers quadro cen√°rio s√£o claramente uma das atra√ß√Ķes mais impressionantes para visitar.

DSC_9156 DSC_9174 DSC_9191

DSC_9221

 No caminho de volta, vimos vicunhas, lhamas, aves e muitos cactos. Lindo demais!

Nosso guia falou que as vicunhas estão em extinção! Então, fica a dica pra quem for comprar casacos, cachecol etc. Não comprar nunca jamais algo feito com lã de vicunha, ok? Elas morrem de frio, literalmente, e muitas vezes são mortas só para que tirem sua pele. Podemos comprar Alpaca, que é tão boa quanto, mas não estão em extinção e não são mortas para isso. Pelo menos, foi isso que disse nosso guia e lá no Atacama a maioria das pessoas respeita muito os animais!

DSC_9209
DSC_9229

Espero que tenham gostado!

Amanhã vou falar sobre o hotel que ficamos, o Tierra Atacama. Já falei que é maravilhoso, mas amanhã mostro o quarto, restaurante e tudo mais!

Beijos beijos

12 dez 2014

Di√°rio do feriado: Atacama (Parte 1)

Esse feriado no Deserto do Atacama foi maravilhoso, como disse no post anterior, e hoje vou começar a contar tudo o que fiz por lá!

Pegamos o avião aqui de Santiago super cedo no sábado, às 8h da manhã, chegamos lá 11h e pouco e o motorista do hotel Tierra Atacama estava nos esperando. Do aeroporto, que fica em Calama, até São Pedro é mais ou menos uma hora de carro.

Chegando no hotel j√° foi aquela felicidade, sabem? Imaginem chegar em um hotel onde todo mundo √© super receptivo e am√°vel, al√©m do lugar ser super natureza, todo r√ļstico e chiqu√©rrimo ao mesmo tempo! Pois √©, o Tierra Atacama √© assim! Mas semana que vem vou fazer um post especial sobre o hotel, mostrando o quarto e tudo mais!

Lá no hotel, decidimos junto ao guia o que iríamos fazer de tours durante os 3 dias que ficaríamos. Nossa agenda ficou cheia de passeios legais e ainda conseguimos tempo pra curtir a piscina e o centrinho de São Pedro.

O primeiro passeio começou às 16h do mesmo dia, fomos no Salar de Atacama, com dois guias e mais uma hóspede do hotel. O Salar de Atacama é considerado o maior depósito salino do Chile e é a maior reserva de Flamingos também, coisa mais linda!!!

Durante o passeio fiquei sabendo de uma curiosidade bem legal pra quem gosta de animais, assim como eu. A parte rosada dos Flamingos não é rosada porque a natureza os criou assim, mas sim porque eles comem um camarãozinho micro que tem essa cor. Incrível, né? Adorei essa informação!

DSC_8810

Salar de Atacama

DSC_8812

Fabio e eu!

DSC_8838

Isso tudo é sal!!!

DSC_8845

Como os Flamingos ficam em sua reserva, é legal usar um binóculo para ver mais de perto. A guia me emprestou e eu fiquei ali tentando ver!

DSC_8859

Eu com os guias do hotel e a hóspede americana que foi com a gente nesse tour!

DSC_8865

Os Flamingos lindos!!!

DSC_8889

DSC_8895

Ficamos l√° at√© o p√īr-do-sol, que √© bonito, claro, mas aqui em Santiago √© o mais lindo do mundo! S√©rio! Logo depois saiu a Lua cheia, enorme, parecia pertinho da gente!

No dia seguinte, √†s 9h, fomos para o segunda passeio no Valle de la Muerte e Valle de la Luna, que¬†formam uma paisagem de outro planeta por suas forma√ß√Ķes geol√≥gicas, de rocha e areia, erosionadas pela √°gua e vento.

Esses dois Valles ganharam esses nomes gra√ßas √† um sacerdote espanhol que esteve l√° h√° muitos anos e batizou um de Valle de la Luna, pela semelhan√ßa com a Lua, e outro de Valle de Marte, porque achou parecido com o planeta Marte. Mas, como seu sotaque espanhol √© diferente do chileno, todos entendiam “Muerte” ao inv√©s de “Marte”, da√≠ o nome atual de Valle de la Muerte. Ningu√©m morreu l√°, foi s√≥ uma confus√£o de sotaques, rs!

DSC_8911

Parece Marte, mas é o Valle de la Muerte! Rs Demais, né?

DSC_8918 DSC_8920

Valle de la Muerte

O Valle de la Luna √©¬†uma pequena depress√£o de 500 metros de di√Ęmetro de solo salino e apresenta incr√≠veis estruturas causadas por transforma√ß√Ķes terrestres.

Tudo marrom e bem seco! √Č lindo demais!

DSC_8935

DSC_8940

Esculturas de sal conhecidas como “As Tr√™s Marias”

DCIM100GOPRO

Caminhada com o grupo do tour

DSC_8948 DSC_8967

Semana que vem posto o que fizemos no resto do dia, que foi super intenso, e no dia seguinte, nosso √ļltimo dia!

Espero que tenham gostado!

Beijos beijos