24 nov 2015

Resultados da minha dieta!

Oi Gente, tudo bem?

Hoje vou contar pra vocês como estão sendo os resultados da minha dieta. Lembram do post que falei sobre o programa nutricional “Método Picrin”? Então, há quase 3 meses tenho tentado seguir ao máximo o que minha nutricionista me indica. Durante esse período, voltei algumas vezes na clínica pra realizar o controle e fazer pequenas mudanças na alimentação.

No dia 7 de agosto foi a primeira vez que fiz o exame de Bioimpedancia. Esse exame avalia a composição corporal, que seria a massa muscular, gordura, metabolismo basal, água intra e extra celular, massa óssea e proteínas. O resultado foi que eu estava com 57,6kg, desidratada (deu 11,6 quando o mínimo normal é de 11,9), com 27,7% de gordura corporal (o máximo normal é de 28%) e 67,2 de gordura abdominal (o ideal é estar até 40). Ou seja, eu sou magra, sempre fui, mas como vocês podem ver a gordura não era pouca.

exames-resultado-beta-pinheiro-dieta

Quando falo para as pessoas que estou de dieta, todos me respondem com a seguinte pergunta: “Como assim? Você é super magra! Come de tudo e não engorda! Tá maluca?”. Só que não é bem assim! Não estou maluca e sou zero alocka da dieta. Mas não dá pra ficar comendo porcaria a vida inteira. Meus pais sempre me falaram que um dia a conta irá chegar. Ainda não chegou, porque graças a Deus não tenho nenhuma doença grave por conta do que sempre comi. Mas já não estou mais na idade de ficar comendo doces, Mc Donald’s e refrigerante o dia inteiro.

A idéia de eu ter ido na nutricionista, a Joyce Theodoro, e ter decidido começar esse programa funcional foi a de mudar a minha alimentação, de uma vez por todas. Não apenas pelo físico, mas grande parte pela saúde. Morro de medo de ter alguma doença séria, então se eu puder previnir, vou fazer de tudo pra isso. E a alimentação ajuda muito nessa questão. É só ir descobrindo quais alimentos são bons pra que.

Os lugares no meu corpo que realmente engordam são a barriga e as coxas, mas principalmente a barriga. Se eu sinto minha barriga maior, é porque engordei mesmo. E se emagreço, também é lá que eu consigo ver. Abaixo vocês podem ver que antes de começar o programa nutricional eu estava com 67,2 de gordura abdominal, o que é bastante. Depois de quase 1 mês, baixei para 52,3. No dia 2 de novembro, quando fui pela última vez fazer o exame, estava com 53,5. O ideal é ficar até 40, mas já vi que pra mim é algo quase que impossível. Praticamente toda a gordura que como vai se alojar justo ali na barriga… e mesmo comendo muito mais saudável, não consegui chegar nem perto. Estou na casa dos 50, mas pra mim já é um super sucesso! Aí vai de corpo pra corpo, né? Tem gente que tem a barriga chapada e engorda em outos lugares. Cada pessoa tem um biotipo diferente.

dieta-beta

Desde que comecei o programa tento seguir as dietas, mas confesso que nesse último mês tenho comido um pouco além. Por exemplo, nesse domingo não resisti e comi um pizza de funghi trufado. Ah, acho que como agora já estou no terceiro mês posso me dar ao luxo de comer uma coisa mais pesada ou outra de vez em quando. E é isso que pretendo levar pra vida! Comer algo bem gorduroso e que faz bastante mal mesmo, haha, uma ou duas vezes por semana. Nos outros dias é vida mais saudável possível.

Infelizmente, não sou dessas que passa um mês sem comer um belo cheeseburguer e aí depois vê um e fica com nojo. Nossa, eu sou o oposto, rs! Quem dera que fosse assim, mas não é mesmo! Eu continuo amando tudo que é gordo, tudo que faz mal, tudo que as nutricionistas dizem pra passar longe. Mas agora espero que eu tenha conseguido mudar meus hábitos pra sempre! Porque comer de vez em quando não mata ninguém, mas comer todos os dias e todas as horas, como eu sempre fiz, um dia pode causar danos graves.

Nesses meses o que eu pude perceber é que eu engordo muito com o açúcar. Tirei o cookie da minha vida diária, mas substituí pela banana desidratada. Aparentemente a banana desidratada é ótima, super saudável e tudo mais. Porém, ela é feita com açúcar, além do açúcar que a banana já tem. E acontece que ela se tornou um vício pra mim. Como sou doida com doces, não consigo mais passar um dia sem essa tal de bananinha. Foi aí que eu percebi que quanto mais como, mais minha barriga aumenta. No dia que consigo comer menos ou não comer, minha barriga dá uma murchada. Quem é movido a doce como eu, sabe o quanto é difícil fica um dia sem, né? Então, vocês já podem imaginar que não vai ser hoje que vou largar esse tal de açúcar (nem com a Ludmila dizendo muito que “é hoje”, rs!).

Outra coisa importante que descobri nos exames lá na clínica, foi que meu corpo estava com um número alto de alumínio. O alumínio é um metal tóxico que, em excesso, pode causar doenças como o Alzheimer. Para melhorar isso, além de estar evitando usar o papel alumínio no preparo das comidas aqui em casa, fiz um tratamento lá na clínica pra eliminar o excesso.

aluminio-metal-toxico-beta-pinheiro-dieta

A Joyce Theodoro me recomendou também tomar alguns suplementos, que servem para complementar a alimentação. Nessa área devo dizer que não sou das melhores. Tomar todos os suplementos certinhos pra mim é um desafio gigante! Sou péssima pra tomar qualquer tipo de comprimido. No primeiro mês eu até que fui super bem, mas depois fui de mal a pior. Atualmente eu tomo quando lembro e nem sempre lembro de tomar todos. Mas vamos que vamos! Força, foco e fé!

Minha última ida na nutri foi no dia 2 de novembro, mas o programa só acaba em dezembro. No meu caso, cada exame que faço é uma surpresa. Não vou baixando de peso e de porcentagem de gordura corporal continuamente. Depende da semana. E nem sempre tem a ver com o que comi. Tem semanas que como tudo certinho da dieta e chego lá pra pesar e perdi só 100 gramas. Em semana de menstruação, tudo fica desregulado. Meu corpo é do tipo que retém muito líquido, o que acaba me deixando inchada e faz com o que meu peso não baixe muito.

O resultado até minha última pesagem, dia 2 de novembro, é: estou com 56,7kg, 12,2 de água extracelular (agora hidratada), 22,1% de gordura corporal e 53,5 de gordura abdominal.

Apesar de não ter perdido muito em kilos e de não estar com 18% de gordura corporal, que é quanto eu queria, estou feliz com o resultado. Principalmente pelo fato de agora gostar de diversos alimentos saudáveis como, por exemplo, frutos secos, que antes eu detestava.

Pra quem mora aqui no Chile e tiver interesse em ir na clínica realizar esse mesmo programa, aqui vão alguns valores (em pesos chilenos):

. Valor da consulta: 60 mil pesos

. Exame de Bioimpedancia (avalia a composição corporal: massa muscular, gordura, metabolismo basal, água intra e extra celular, massa óssea e proteínas): 50 mil pesos

. Exame de Mineralograma (avalia os minerais, metais pesados, pH e a interação deles em todos os sistemas fisiológicos): 65 mil pesos

. Retornos: 35 mil pesos

Beijos!

Clínica Yaisy Picrin

Luis Pasteur, 5292 – Vitacura

Santiago, Chile

Contato da Joyce: joycetheodoro@yaisypicrin.cl

02 out 2015

Receitinha: Crepioca fit

crepioca

Uma das opções para o café-da-manhã no programa nutricional que estou fazendo é a crepioca. Gente, eu simplesmente amo essa crepioca com mel! É muito deliciosa!

Então, vim compartilhar com vocês essa receitinha maravilhosa e super fácil. Foi a minha nutri, a Joyce, que me passou. Vale lembrar que ela é brasileira e trabalha aqui em Santiago na Clínica Yaisy Picrin, na qual estou realizando o “Método Picrin”. Pra quem ainda não sabe do que estou falando, é só clicar aqui e ficar por dentro de tudo!

Vamos ao que interessa agora, a receita da crepioca. Se preparem porque o negócio é bom, hein!

DSC_5842 DSC_5845

Vamos precisar de:

. 2 claras de ovos

. 1 gema de ovo

. 2 colheres de sopa de goma de tapioca

. 2 colheres de sopa de nozes picadas

. adoçante em pó

. canela

Como fazer:

Coisa mais simples da vida! É só misturar todos os ingredientes, menos a canela, e mexer bem até ficar uniforme. Enquanto isso, coloca uma frigideira no forno com a canela deixando esquentar um pouco. Aí então, quando já estiver um pouco quente a frigideira, jogar toda a mistura nela e deixar até ficar durinho. Virar o lado da crepioca para poder esquentar os dois lados. Quando você ver que já estão os dois lados iguais, já pode tirar do fogo. Adicione mel e se divirta!

Clínica Yaisy Picrin

Luis Pasteur, 5292 – Vitacura

Santiago, Chile

Contato da Joyce: joycetheodoro@yaisypicrin.cl

10 set 2015

Programa nutricional Método Picrin

metodo-picrin-beta-pinheiro-saúde-nutricionista

Essa semana comecei um programa nutricional desenvolvido pela clínica Yaisy Picrin, que é sucesso total entre a mulherada top daqui do Chile. Na clínica vão clientes até de Miami pra ter uma consulta, o negócio é bom mesmo! Além de trazer um método inovador pro Chile, na clínica só tem aparelhos ultra tecnológicos. O que tem de melhor na área, tem lá!

Quem acompanha o blog sabe que no ano passado eu tentei começar um programa desses com uma nutricionista do Rio de Janeiro. Fiz durante 1 mês e eu estava adorando. Mas como ela está no Rio e eu em Santiago, acabou ficando meio difícil que a gente continuasse. Eu poderia até continuar com a dieta e ela ir me atendendo por email, mas a verdade é que é preciso ter exames e acompanhamento para que tudo dê certo. Por isso, eu acabei parando com a dieta e voltando a comer praticamente igual antes!

De uns tempos pra cá, comendo todas as minhas gordices que amo, tenho me sentido mais inchada, mais gordinha, sem forças pra nada… então resolvi procurar uma nutri que fosse MARA aqui em Santiago mesmo. Foi aí que eu encontrei a Joyce, nutricionista brasileira especializada em ortomolecular, que trabalha nessa clínica. Fui me atender com ela, fiz todos os exames de sangue que ela pediu, depois voltei na clínica para fazer os exames que são realizados lá (bioimpendancia e mineralograma) e agora começamos o programa efetivamente. Desde segunda estou andando na linha (tá tenso, rs!).

O tratamento que estou fazendo se chama “Método Picrin”. Tem esse nome porque foi desenvolvido pela doutora, dona da clínica, Yaisy Picrin. Todo esse método dura três meses e é divido em três partes: detox, regulação metabólica e manutenção.

Eu acabei de começar, então estou nessa primeira fase, a da desintoxicação. A dieta é personalizada de acordo com o resultado dos meus exames e funcional. Claro que não está sendo nada fácil, já que sou louca por doces e porcarias do tipo cheeseburger, mas estou super determinada.

Vejam abaixo como estão sendo esses meus dias. Fotografei meu almoço, lanche da tarde e jantar.

DSC_5805

Almoço: filet de peru, cogumelos, cebolinha, grão de bico e agrião

DSC_5838

Lanche da tarde: chá vermelho, mix de frutos secos e alguns biscoitinhos de arroz (escolhi o doce)

DSC_5793

Jantar: filet de peru (como muito porque eu gosto, mas pode ser também frango ou peixe), purê de batata doce, cebolinha, alho poró e agrião

Pra quem não conhece muito sobre essa área, ortomolecular significa corrigir a célula. Cada célula tem em média 45 nutrientes, nós somos formados por 1 trilhão de células e somos constituidos de nutrientes. Sendo assim, quando faltam ou sobram nutrientes começa um desequilíbrio do organismo, e aí vem os sintomas desde uma simples dor de cabeça até uma anemia mais grave. No meu caso, por exemplo, tenho baixo cromo, o que me faz ter compulsão por doces.

Um grande desequilíbrio interfere na produção hormonal, como ter baixo iodo, o que leva à doenças da tireóide. Outro fator que me fez querer realizar esse programa, já que tenho tendência ao hipotireoidismo.

Aqui no Chile as coisas podem ficar um pouco piores, graças aos metais tóxicos vindos das minas e da água. A água daqui é surreal de prejudicial! Na semana passada colocamos filtros em nossos chuveiros aqui de casa, dica da Joyce. Agora estou A-MAN-DO lavar a cabeça, rs! Compramos uma jarra pra cozinha que serve pra filtrar também a água que pegamos na pia. Assim, podemos cozinhar e lavar os alimentos sem problemas. Pra beber eu prefiro comprar a água Benedictino, que é totalmente sem minerais, maravilhosa!

Junto com a minha dieta, a nutri me passou alguns suplementos naturais, exatamente para “consertar” o meu desequilíbrio celular. Vou mostrar pra vocês dois deles nos próximos posts!

Pra quem mora aqui no Chile e tiver interesse em ir na clínica realizar esse mesmo programa, aqui vão alguns valores (pra saber em real é só multiplicar por 5):

. Valor da consulta: 60 mil pesos

. Exame de Bioimpedancia (avalia a composição corporal: massa muscular, gordura, metabolismo basal, água intra e extra celular, massa óssea e proteínas): 50 mil pesos

. Exame de Mineralograma (avalia os minerais, metais pesados, pH e a interação deles em todos os sistemas fisiológicos): 65 mil pesos

. Retornos: 35 mil pesos

Espero que dessa vez eu consiga concluir e atingir a minha meta de ser uma pessoa mais saudável. Torçam por mim, rs!

Vou fazer posts contando pra vocês o andamento do programa. Aguardem!

Beijos beijos

Clínica Yaisy Picrin

Luis Pasteur, 5292 – Vitacura

Santiago, Chile

Contato da Joyce: joycetheodoro@yaisypicrin.cl